4 de set de 2012

9º HÁ QUEM DIGA... QUE O AMOR É UM RIACHO...

Quando aquela menina me disse:
__Não admito que me digam o que fazer com meu corpo.
Mostrei-lhe como dirigia bem o seu carro, respeitando os sinais de trânsito...
Quando aquele rapaz me disse:
__Amo quem eu quero e faço sexo com quem e como quero.
Mostrei-lhe o riacho limpo da montanha e, mais adiante, o rio sujo e barrento.
Depois, mostrei o reservatório de água da cidade.
__E então? Perguntei.
Na volta vi que pisava no freio e no acelerador, sempre na hora certa.
E disse a ele.
__Você dirige bem seu carro. Só lhe falta aprender a dirigir a sua sexualidade. Sexo desenfreado causa graves acidentes...

A RELIGIÃO VAI SEMPRE DIZER QUE NÃO PODE POR QUE É PECADO??????????

É tudo assim tão proibido?
Dizem que o sexo não é pecado e, de fato, não é...
O religioso que dissesse que o ato de amor humano é em si mesmo um pecado, estaria fora do seu juízo e contra a própria religião.
Deus não cria pecado nem coisas pecaminosas. E, se Deus existe e criou homem e mulher, então criou o sexo, os desejos e os impulsos que levam à união física entre os dois.
E se Deus criou, então o fim é bom, é humano e é divino. É para buscar a vida e a partilha, e não o egoísmo e a morte.
O que mancha o ato sexual é o desamor e a utilização egoísta e sem objetivo de um presente e um futuro a dois.
Até mesmo os casados pecam, se não pretendem viver a dimensão eterna do amor.