12 de jun de 2012

2º HÁ QUEM DIGA... QUE O AMOR É UM RIACHO...

FÉ E VIDA!

Por isso, falar de sexo sem falar de vida,
falar de sexo sem falar de amor,
falar de sexo sem falar de religião,
falar de sexo sem falar de infinito,
falar de sexo apenas com proibições,
falar de sexo sem a coragem de proibir,
falar de sexo apenas como ato
em vez de falar de ternura, atitudes, acolhimento, busca de algo mais num alguém que significa muito mais, enfim, falar de sexo sem apontar para o infinito que há em cada pessoa...
É não falar.

HUMANIDADE RIMA COM SEXUALIDADE, MAS SEXUALIDADE DERIVA DE HUMANIDADE. SÓ É BONITO O QUE É RESPEITOSO, RESPONSÁVEL E MEIGO...

Fica meio difícil enfrentar tudo isso de cabeça feita, quando a gente está apenas começando...
Falemos claro e sem negatividade deste bonito impulso que, às vezes, é muito sereno e que, às vezes, machuca profundamente.
Você não está só.
Milhões de jovens fazem as mesmas perguntas que você anda fazendo.

POR QUE DIZEM QUE É CERTO?
POR QUE DIZEM QUE É ERRADO?
POR QUE VIGIAM TANTO A GENTE?
AFINAL, O QUE É QUE TEM?

Dor bonita e feiticeira é essa dor de amor que, às vezes, sacode você.
É pecado ou não é? Reprimo, canalizo ou deixo acontecer?...