10 de jan de 2012

HISTÓRIA DE SIMONE - MÃE ADOLESCENTE - CAPÍTULO 8

HÁ UM ESQUEMA QUE EMPURRA O JOVEM PARA O SEXO.

Sobre isso de achar que o corpo virou pecaminoso eu não sei o que dizer. Eu acho que há um esquema que empurra a gente para a liberdade do corpo e para um carinho mais forte. E, quando o pai e a mãe da gente são secos nesta parte, a gente busca beijo, abraço e amasso com algum rapaz que a gente gosta e que a gente ama. Eu gostava do Duda. Toda menina gosta de beijo... Abraço... Isto é, acho que toda mulher gosta de afago e carinho. Se é sincero, faz bem. Era isso que eu buscava.
E você não percebia a diferença entre pureza e malícia?
Nele. Não. Se fosse outro rapaz eu reagiria, com uma bofetada ou com um palavrão, mas, com ele, eu achava tudo puro. Com ele não era pecado. Era bom e era puro, até o dia em que começou a insistir que me queria demais; que eu fosse para a cama com ele! Eu nunca tive vergonha do meu corpo. Agora tenho. Acho bonito, mas sinto vergonha do que eu fiz com ele. Até à gravidez não achava que era pecado mostrar o meu corpo pra quem eu amava. Agora eu não tenho nem coragem de comungar. Tem horas que me sinto suja.
Você acha que Deus está pensando isso de você?
Eu não sei mais nada. Estou achando até que Deus nem existe...